A Ressonância de Schumann

A Ressonância de Schumann foi identificada pelo físico alemão W.O. Schumann em 1952, quando constatou que a Terra é cercada por um campo eletromagnético poderoso que se forma entre o solo e a parte inferior da ionosfera que fica cerca de 100 km acima de nós. Esse campo possui uma ressonância mais ou menos constante da ordem de 7,83 Hertz.

Esta funciona como uma espécie de metrónomo (frequência de base da Terra), responsável pelo equilíbrio da biosfera, condição comum a todas as formas de vida. Verificou-se também que todos os vertebrados e o nosso cérebro são dotados da mesma frequência de 7,83 Hertz.
Constatou-se empiricamente que não podemos ser saudáveis fora desta frequência biológica natural. Sempre que os astronautas, nas viagens espaciais, ficavam fora da ressonância Schumann, adoeciam. Mas, submetidos à ação de um sistema áudio na ordem de frequências dos 7,83 Hertz recuperavam o equilíbrio e a saúde.
Esta é a frequência predominante quando estamos na natureza, longe das grandes cidades, onde outras frequências interferem. Essa frequência de Ressonância de Schumann tem um profundo efeito curativo.

 

Termos de utilização